Estreia do documentário “A Corrida do Doping”

postado em: Na Mídia | 1

No dia 19 de julho, às 20 horas, no CineSesc, o documentário “A Corrida do Doping” mostrará de perto os bastidores do assunto que vem ganhando cada vez mais relevo e visibilidade em 2016 por conta dos Jogos Olímpicos: o doping.

É conhecido como doping a utilização de qualquer tipo de medicamento ou droga que auxilie no aumento do desempenho de um atleta. Entretanto, se dopar vai muito além de apenas usar um fármaco para ganhar uma competição, passa a ser uma questão de ética dos competidores.

Cinquenta e um anos após a aprovação da primeira lei antidoping no mundo (lei Herzog, França, em 1965), o doping vem ganhando cada vez mais os holofotes do mundo do esporte e não de uma forma positiva.

Entre escândalos envolvendo a Federação de Atletismo Russa, a penetração dos produtos e métodos proibidos e prejudiciais entre esportistas amadores, a rede clandestina de produção, distribuição e venda desses produtos, a Wada – Agência Mundial Antidoping – tenta lutar para manter todas as competições limpas de dopagem, mas será que é possível?

Dirigido pelo jornalista Paulo Markun, o documentário, co-produzido pela Globo Filmes e Globo News, foi gravado em diversos países incluindo Brasil, França, China e Estados Unidos e contou com a participação de Dr. EDUARDO DE ROSE, médico especialista em medicina esportiva e integrante do comitê da Wada; MARCO AURELIO KLEIN, ex-secretário-executivo da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem; os jornalistas JUCA KFOURI e JAMIL CHADE; o ex-jogador RAÍ e atletas como NATÁLIA PEREIRA, ALEX ARSENO e AILSON FEITOSA, entre outros entrevistados.

 

 

CARTAZ_DOPING_OK (1)

Projeto Cine Direitos Humanos exibirá filme AI 5 – O Dia Que Não Existiu, de Paulo Markun

postado em: Sem categoria | 0

O Espaço Itaú de Cinema – Frei Caneca exibe a partir desse sábado, dia 12 de março, às 11 horas, a programação do projeto Cine Direitos Humanos, realizado pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, que conta com oito filmes brasileiros sobre o golpe civil-militar de 1964. O primeiro filme da amostra é “Jango”, de Silvio Tendler e além do Espaço Itaú de Cinema, será possível assistir algumas sessões no Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, a partir do dia 6 de abril, às 19 horas.

Integram o ciclo as obras “Aconteceu Bem Aqui”, de Camilo Tavares, “AI 5 – O Dia Que Não Existiu”, de Paulo Markun, “Entre Imagens (Intervalos)”, de André Fratti Costa e Reinaldo Cardenuto,“Hoje”, de Tata Amaral, “Obra”, de Gregório Graziosi, “Vlado – 30 Anos Depois”, de João Batista de Andrade, “Os Advogados Contra a Ditadura: Por uma Questão de Justiça” e “Jango”, ambos de Silvio Tendler.

As sessões vão do dia 12 de março até dia 27 de abril e a entrada é franca.00

“A Corrida do Doping” tem aprovação da ANCINE para captação de recursos

postado em: Sem categoria | 0

Em clima dos jogos olímpicos de 2016, a Arapy Produções anuncia a aprovação, feita essa semana pela ANCINE, da captação de recursos para o seu novo projeto: “A Corrida do Doping”.

Em parceria com uma produtora francesa, Paulo Markun e Xavier Deleu, jornalista e documentarista francês, entram no mundo dos atletas de elite e tentam responder perguntas frequentes de um dos assuntos mais polêmicos do universo esportivo: Doping.

Quem comanda esse comércio? Qual o ganho que o doping oferece? Quem fornece e quem injeta as substâncias?

Essas e outras perguntas serão respondidas no documentário, que ainda não tem data para lançamento.

Dois projetos participaram do TELAS (Festival Internacional de TV de São Paulo)

postado em: Sem categoria | 0

Duas séries da Arapy Produções – Arquiteturas e Retrovisor – foram selecionadas para o certame Telas, o festival internacional de televisão de São Paulo, que reúne o melhor da TV brasileira e internacional de 9 a 15 de novembro em São Paulo.

Aracy Produções tem como seu diretor o  jornalista Paulo Markun. No certame ‘Documentários-Séries’ do festival Telas apenas a Arapy e a produtora O2, de Fernando Meirelles, foram selecionadas com dois títulos pela comissão de seleção. A organização do festival selecionou 84 programas de TV e nove webséries para suas mostras e premiação em seis categorias.

Arquiteturas e Retrovisor, as duas séries documentais selecionadas para o festival Telas, já tem duas temporadas exibidas na TV.

Arquiteturas, série realizada em coprodução com Miração Filmes, aborda em detalhes obras arquitetônicas que têm como função o convívio de pessoas e o seu uso coletivo nas principais capitais e outras regiões do Brasil – do Minhocão em São Paulo, à Lapa, no Rio de Janeiro, ou à cidade planejada de Itá, em Santa Catarina. A nova temporada de Arquiteturas, com 26 episódios, estreou no SescTV no dia 31 de Outubro de 2015 e vai até 23 de abril de 2016.

Retrovisor é uma série original em que Paulo Markun revive personagens relevantes da história do Brasil em uma entrevista com atores especialmente preparados e caracterizados, mas não seguindo um script predeterminado. Os personagens entrevistados são também questionados pela plateia sobre as circunstâncias históricas que o cercaram. Retrovisor é produzido pela Revanche com a produtora MediaArts de Marcelo Amiky, em coprodução com o Canal Brasil. A segunda temporada da série, com treze episódios semanais aos sábados, estreou no dia 21 de novembro de 2015 e foi exibida até 13 de fevereiro de 2016.

Serviço:

ARQUITETURAS
Segunda Temporada, Estréia: 31/10, 21h00 – SescTV
http://arquiteturas.sesctv.org.br/o-projeto/

RETROVISOR
Segunda Temporada, Estréia: 21/11, 20h30 – Canal Brasil
https://www.facebook.com/programaretrovisor/?fref=ts

Série Médicos Cubanos participou do PIC DOC 2015

postado em: Sem categoria | 0

O documentário Médicos Cubanos, da Arapy Produções, foi selecionado para o projeto Programa Internacional de Capacitação em Documentários (PIC DOC), realizado pelo BTVP em parceria com o Sunny Side of the Doc.

 

Médicos Cubanos, uma co-produção com a Miração Filmes, vai abordar os múltiplos aspectos sociais, econômicos e geopolíticos da atuação da medicina cubana, na ilha, no Brasil e no mundo.

 

Os produtores,  participaram de um workshop entre os dias 21 e 24 de fevereiro de 2015 na cidade do Rio de Janeiro, durante a Rio Content Market, para apresentação e divulgação da série.

 

Habitar Habitar: melhor Produção de Série da América Latina

postado em: Sem categoria | 0

A série Habitar Habitat, realizada pelo SescTV e produzida pelas produtoras Arapy Produções e Miração Filmes, com direção do jornalista Paulo Markun e do cineasta Sérgio Roizenblit, recebeu em julho o Prêmio TAL da categoria Produção de Série na cerimônia de premiação, em Montevidéu, no Uruguai.

Os Prêmios TAL são co-organizados por Televisión América Latina e DocMontevideo – Encontro Documental das Emissoras Latino-americanas, e tem como objetivo reconhecer e tornar público o trabalho audiovisual de qualidade realizado nas emissoras públicas e culturais do continente latino-americano, e fortalecer o vínculo entre eles.

Exibida pelo SescTV desde novembro de 2013, todos os domingos, às 20h, a série Habitar Habitat apresenta, em 13 episódios, de 52 minutos cada, diferentes modelos de habitação encontrados no Brasil e estabelece a relação entre a casa e a identidade cultural. Palafitas; casas flutuantes, de arquiteto, sertaneja, enxaimel, caiçara, de colono japonês, de colono alemão, de fazenda e sustentável; maloca; favela; e apartamento são estilos de moradia abordados na série.